Grandes companhias de jogos que foram (ou quase) a Falência

Postado em 23/07/2013.

Apesar de estarmos colocando mais um pouco de humor em nossos artigos e notícias, a indústria dos videogames passam por algumas coisas chatas que, infelizmente (ou felizmente) nós temos que citar, como poucas vendas, falta de lucros, dívidas e outras coisas que são extremamente indesejáveis para qualquer empresa, principalmente quando se trata da indústria dos jogos. E foi pensando nisso que separamos para o artigo de hoje algumas grandes companhias de jogos que foram à falência, ou quase isso, pois no final das contas, muitas acabaram sendo compradas pela concorrência.

4. Midway

Midway

Se você não se lembra desta empresa, vamos refrescar um pouco sua memória: A Midway era uma grande companhia de muito sucesso nos anos 90, responsável por NBA Jam, Mortal Kombat e muitos outros jogos que simplesmente todo mundo já jogou ou ao menos viu. Agora vem a pergunta: Se ela fazia tanto sucesso assim, o que aconteceu no meio do caminho para ela decair tanto? Provavelmente porque a empresa enfrentou dificuldades para se adaptar com as mudanças do mercado.

Com um Mortal Kombat ruim após o outro, a companhia foi caindo até ter suas propriedades intelectuais vendidas. Hoje em dia, NBA Jam é da Electronic Arts (EA Sports) e o Mortal Kombat é da Warner Bros. Studios. Final trágico, não é mesmo?

3. SquareSquare

A SquareSoft foi simplesmente a companhia dos sonhos de qualquer criança. A empresa foi responsável por praticamente todos os RPG’s de maior sucesso do PlayStation, sempre prezando uma história bem construída, bons diálogos, gráficos lindos, cenas de computação gráfica e principalmente uma trilha sonora impecável. Com isso tudo, dava até para fazer um filme. Nada poderia dar errado, não é mesmo? Pois é, mas infelizmente deu errado…

O nome da “criança” era Final Fantasy: The Spirits Within, o filme que colocou a companhia de jogos no buraco. Na época, o filme foi feito em computação gráfica, o que simplesmente custou milhões (ou talvez bilhões) de dólares para ser feito. No final das contas, o filme causou um prejuízo monstruoso, onde a Square acabou tendo que unir-se a sua concorrente direta, a Enix, formando assim a Square Enix.

2. THQ

THQ

A THQ era uma companhia de grande respeito, responsável por franquias interessantes, como Saint’s Row, Darksiders e Metro. Entretanto, a empresa tinha tudo para estar concorrendo hoje diretamente com a grande e poderosa Ubisoft, mas é claro, se não tivesse feito a “cagada” mais obvia do mundo, nomeada como Udraw. Udraw basicamente é um jogo de desenhar o que vinha na cabeça com uma prancheta, algo bem parecido com o programa “Paint”, que é facilmente encontrado nos computadores. Até ai tudo bem, mas vocês sabem o quanto custou essa brincadeirinha da THQ? “Apenas” 56 milhões de dólares, o que simplesmente foi o suficiente para fazer a companhia vender todas as suas propriedades intelectuais.

1. SNKSNK

A SNK foi simplesmente uma das empresas mais importantes do mundo dos games nos anos 90, seja pelo fato de possuir um videogame que custava o PIB da Argentina ou porque era a grande responsável por excelentes jogos em duas dimensões. Na época estava tudo nas mil maravilhas, mas com o passar do tempo à empresa sofreu do mesmo problema que a Midway, onde não conseguiu acompanhar os desafios da nova geração de consoles, que se iniciava quase na chegada dos anos 2000.

A SNK veio à falência em 2002 e desde então, a Playmore comprou a empresa, juntamente com a franquia The King of Fighters e Metal Slug.

E você, conhece outra companhia de jogos que veio a falência, ou quase? Comente!




Comentários (0) Comentar

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!