7 detalhes que você não percebeu no trailer de Recore

Recore está entre os jogos mais esperados de 2016 e, com certeza, você não deve ter percebido alguns detalhes no trailer do jogo. Confira agora!

Postado em 19/01/2016.

Recore foi um dos anúncios mais promissores da Microsoft na última E3 (2015). Um teaser trailer fantástico e a combinação ainda mais fantástica de Keiji Inafune (criador de Mega Man) e Armature Studio (composta pela equipe principal por trás de Metroid Prime), tem nos animado. No entanto, como sempre, o problema aqui é que quase ninguém sabe nada concreto sobre o jogo em si.

Para a nossa sorte, Inafune e o diretor do jogo, Mark Pacini, divulgaram um vídeo (que você pode assistir logo abaixo) detalhando alguns dos fatos por trás do que acontece no trailer. E para a nossa surpresa, Recore parece mais intrigante do que nunca.

1. Nossos heróis são chamados de Jewel e Mack

Jewel e Mack

Esses são a garota e o robô, respectivamente. Tudo o que sabemos sobre eles é que Jewel é um dos poucos humanos sobreviventes. Mack a encontra (provavelmente em um estado de angústia e tristeza) no início do jogo e eles se juntam a partir daí. No entanto, isso não quer dizer que eles são os nossos únicos heróis.

2. Os núcleos são a consciência dos robôs

os núcleos são a consciência dos robos

Você vai notar que o nosso herói, Mack, sem a menor cerimônia explode no meio do trailer. No entanto, isso não é um problema, pois felizmente, a esfera reluzente em seu abdômen fica intacta e pode ser colocada em outro robô, o que lhe permite viver em um novo corpo. Você pode ir muito mais além do que simplesmente colocar e tirar um núcleo. Inafune confirma que “haverá muitos outros robôs que poderão ser seus parceiros, e cada um deles levará a aventuras únicas”. Ao mesmo tempo soa como uma mecânica de quebra-cabeça e uma “vida extra”.

3. Os núcleos podem ser recolhidos e utilizados de diferentes formas

utilização dos núcleos dos robos

Em um ponto do trailer, Jewel demonstra uma técnica de luta, onde ela joga um gancho e puxa o núcleo do robô inimigo e logo em seguida o guarda (não pergunte como e onde). De acordo com Pacini, núcleos podem ser usados para alimentar outros companheiros, atualizar núcleos existentes e até mesmo fazer “outras coisas no mundo” (nosso palpite é utilizá-los em sistemas informáticos e afins). Dito isto, se esses núcleos contêm consciências, não seria muito legal ativar outro robô com o núcleo de um inimigo, não é?

4. Existem duas facções de robôs

facções de robôs

Mack e sua equipe azul estão em uma “corrida” para restaurar a humanidade depois de tudo ter sido destruído. Já a equipe vermelha não quer os seres humanos de volta “por seus próprios motivos”.

5. Mudanças climáticas afetam mais do que você esperaria

clima em Recore

Parece que os robôs não foram totais responsáveis para um evento que causou a extinção de quase todos os seres humanos. O tempo parece um inimigo real. Inafune e Pacini estão ansiosos para explicar como as tempestades de areia não apenas vai forçá-lo a ficar dentro de casa, mas mudar os mapas em si, enterrando o cenário (aliás, a palavra “mapas” sugere ambientes diferentes, pois o jogo é de mundo aberto).

6. O verdadeiro desafio está no subsolo

inimigos em Recore

Quando Jewel e Mack atravessam a porta subterrânea, eles se deparam com um inimigo gigante. Pacini menciona que os robôs inimigos vão estar “mais rápidos e mais mortais a cada metro que você adentra, que é onde todas as coisas boas estão”. O que ele quis dizer com “coisas”? Itens? Puzzles? Elementos da história? Ninguém sabe!

7. Há muito mais a ser dito

Recore

Francamente, nós ainda estamos nos perguntando muitas coisas. O vídeo revela mais do que esperávamos, mas deixa muita coisa para a imaginação fluir. Não há tiroteio, um coop, puzzles e exploração. Inafune ainda disse que o foco principal de Recore é a sobrevivência de Jewel. No entanto, o jogo ainda não tem data de lançamento e, com certeza, até lá mais coisas serão reveladas. Recore chega em algum momento de 2016 para Xbox One e para PC (Windows 10).

E você, o que espera de Recore? Comente!




Comentários (0) Comentar

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!