Need for Speed (2015) - Análise

EA traz de volta a vida sua franquia de jogos de corrida com o reboot de Need for Speed. Confira aqui nossa análise do Need for Speed (2015)!

Postado em 09/11/2015.

Há poucas franquias que conseguem manter-se grandes na indústria. Podemos jogar qualquer título da franquia Mario que chegar a nossas mãos e ainda deixar um tempo reservado para jogar algum Mortal Kombat. Há algo nesses jogos que continuam a chamar nossa atenção e fazer respeitá-los. Outra nessa lista é uma das melhores séries de corrida de todos os tempos (a que nós realmente consideramos a melhor). Sem sombra de dúvidas, estamos falando de Need for Speed. Não houve falta de “velocidade” no mercado dos games nos últimos anos, mas sentimos que faltava um Need for Speed realmente bom. Foi então que a EA trouxe seu maravilhoso reboot!

Antes de correr atrás do volante, há algumas coisas que você precisa saber sobre este reboot. De certa forma, ele apresenta a mesma mecânica dos outros títulos da série, mas com algumas coisas novas e melhorias. Ele simplesmente tem as coisas que nós amamos de Need for Speed, mas evoluiu para atender melhor ao panorama dos jogos de 2015. O jogo é essencialmente um grande servidor permanente, onde a ação continua mesmo quando você está off, graças ao seu sistema de “sempre ligado, sempre conectado”. Você vai ser capaz de participar de eventos de corrida, desafiar as pessoas instantaneamente em tempo real e continuar jogando o modo história, tudo isso com outros pilotos online que estão sempre correndo ao seu redor.

Logo quando você começa a jogar, você imediatamente nota os efeitos visuais. O jogo alterna constantemente entre cenas pré-gravadas e elementos de computação gráfica (muitas vezes combinados no mesmo espaço), o que torna difícil dizer o que é o do motor gráfico do jogo e qual é live action. Este é um daqueles casos em que possuir um PlayStation 4 ou Xbox One para jogá-lo realmente parece valer a pena.

needforspeed2015analise_01

No entanto, o desejo de qualquer bom piloto vai além de apenas visuais bonitos. Estamos falando da lista de máquinas que você pode encontrar em sua garagem. No lançamento, havia pouco mais de 50 carros, mas já existem vários pacotes de carros em forma de DLC.

needforspeed2015analise_02

Quanto à história, nós realmente não podemos citar pontos positivos e negativos. Não é ruim, na verdade, é muito mais do que estávamos esperando para um jogo de corrida como este. A história é normal, nada que você não tenha visto um milhão de vezes. Um cara desconhecido é recrutado para uma equipe de corredores de rua, onde todos querem fazer seus nomes. E, para alcançar esse objetivo, tudo o que você precisa é de um Honda Civic e habilidades no volante para se tornar um superstar das ruas.

needforspeed2015analise_03

Vale a pena jogar Need for Speed (2015)?

Apesar de algumas queixas aqui e ali, é difícil não gostar de Need for Speed. Podemos ver Need for Speed mais uma vez se tornando popular e experimentando a glória de 2005 (quando o glorioso Most Wanted estava vendendo que nem água). Se não fosse o fato de que todo o jogo se passa durante a noite e não há nenhum momento de dia (o que achamos muito chato), poderíamos dizer que este jogo é perfeito.

Mas enfim, se você é fã da franquia e está procurando um jogo bom de corrida arcade, o reboot de Need for Speed 2015 é perfeito para você. E em nossa humilde opinião, ele facilmente bate outros jogos de corrida e é o melhor jogo de corrida do ano.

E você, o que achou do reboot de Need for Speed? Comente!




Comentários (0) Comentar

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!