Resident Evil Zero HD Remaster - Análise

Na onda das remasterizações, Resident Evil Zero também ganhou a sua. Confira aqui nossa análise do recém-lançado Resident Evil Zero HD Remaster.

Postado em 04/02/2016.

Sempre fomos grandes defensores da atitude de algumas desenvolvedoras tirarem a poeira de seus projetos antigos e injetarem alguma vida nova para a nova geração de jogadores desfrutarem. Para nós, também é uma oportunidade de experimentar uma grande variedade de títulos que poderíamos ter jogado originalmente.

A versão remasterizada de The Last of Us para o PS4 foi um grande exemplo disso, pois muitas pessoas migraram diretamente para a nova geração sem jogá-lo no PS3. O mesmo acontece com Resident Evil Zero, pois nunca havíamos jogado o original quando foi lançado para o GameCube, mas aproveitamos para jogar a versão remasterizada imediatamente quando foi lançada.

No entanto, isso nos trás um sentimento gigantesco de saudade, pois a época de ouro da franquia Resident Evil parece estar congelada no tempo para sempre.

https://www.youtube.com/watch?v=BXYfvgXxA-M

Nossa reação inicial ao título era uma mistura de emoção e entusiasmo que logo foi ofuscada pela confusão, perplexidade e decepção. Inicialmente, estávamos seduzidos pelos clássicos ângulos de câmera dos clássicos Resident Evil e a perspectiva de criaturas horripilantes para enfrentar durante a jornada. Estávamos realmente animados para viver uma aventura épica matando zumbis com a jovem Rebecca Chambers e o tatuado-metido-a-galã Billy Cohen. No entanto, alguns detalhes nos decepcionaram, como a atrocidade da jogabilidade, inimigos previsíveis e um frustrante sistema de save que nos forçou a completar partes do jogo várias vezes.

A razão para essa confusão de emoções talvez seja resultado direto do nosso próprio hype ou porque o jogo não oferece nada de novo, fora alguns modelos de personagens e mudanças de iluminação. Sim, nós pesquisamos sobre o lançamento original para o GameCube e esta versão não oferece nenhum conteúdo adicional, exceto alguns pequenos ajustes gráficos. É parecido com o remake do Wii, que foi criticado por conta da má utilização (e falta dela) dos controles de movimento do sistema de mira.

residentevilzeroanálise_01

Os visuais atualizados estão definitivamente melhores do que a versão anterior. O modelo do personagem de Billy é muito mais refinado, como o de Rebecca também, e os zumbis carregam movimentos mais realistas enquanto tentam comer seu cérebro.

Apesar da melhoria, as cutscenes parecem ter sido preservadas, pois são praticamente idênticas as da versão de 2002. É perceptível a diferença dos gráficos do gameplay para uma cutscene quando você entra em uma sala e uma cutscene começa.

residentevilzeroanálise_02

A jogabilidade e mecânica de mira foram os dois pontos principais da nossa frustração, pois parecem mais atrapalhar do que ajudar de acordo como os jogadores progridem no jogo. Sim, os desenvolvedores implementaram a opção de alternar entre os modos de controle clássicos e moderno, mas realmente é difícil notar diferença entre os dois.

Matar zumbis foi algo frustrante e nos sentimos como em um filme de terror planejado com múltiplas tomadas em vez de ação espontânea. A solução foi correr para um canto da sala e mirar nos zumbis antes de começar a atirar lentamente. Quando falamos lentamente, estamos querendo dizer uma velocidade lenta de disparo, independentemente de quantas vezes nós puxamos o gatilho. Toda a combinação de tiro e movimentação foi frustrante e tornou a experiência estranha.

Outra coisa frustrante é a navegação e gerenciamento de itens. Você vai se encontrar soltando itens importantes no chão repetidamente em favor de itens específicos da missão, apenas para ir do outro lado do mapa para usar uma chave e mais tarde voltar para readquirir os itens deixados para trás. Como resultado, você vai passar grande parte do tempo readquirindo seus itens em vez de desfrutar do que o jogo tem.

residentevilzeroanálise_03

Vale a pena jogar Resident Evil Zero HD Remaster?

Em geral, Resident Evil Zero HD Remaster não chega nem perto de ser chamado de uma versão remasterizada, pois não oferece nada além de pequenas atualizações gráficas. No entanto, para os verdadeiros fãs da franquia, Resident Evil Zero HD Remaster realmente oferece uma sensação de nostalgia e vale a pena!

E você, o que achou de Resident Evil Zero HD Remaster? Comente!




Comentários (0) Comentar

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!